Aula aberta "Neurociencia prehistórica: el caso del lenguaje"

Saturday, April 20, 2024 - 10:00

Catholic University of Portugal

LisboaSão Domingos de Benfica, Lisboa1649-023
Portugal
Show map

A Faculdade de Ciências da Saúde e Enfermagem promove uma aula aberta, no âmbito do Doutoramento em Ciências da Cognição e da Linguagem, sob o tema “Neurociencia prehistórica: el caso del lenguaje” com o keynote speaker Professor Antonio Benitez Burraco.

20 de abril 2024 | 10h00-13h00
Sala 441, Piso 4 do Edifício da Biblioteca, Campus Palma de Cima, Lisbon

Inscrição gratuita| Formulário de inscrição

benitez


SOBRE O TEMA

A linguagem é uma capacidade cognitiva que satisfaz diversos propósitos e constitui uma das características idiossincráticas da espécie humana. O estudo da sua evolução apresenta inúmeras dificuldades, pois carece de homólogos em outras espécies vivas e não deixa vestígios fósseis significativos, pois é essencialmente o resultado da atividade cerebral. Até à recente invenção da escrita, também não existem vestígios de línguas, que são a forma como habitualmente se manifesta esta capacidade e, tradicionalmente, o principal objeto de estudo para a compreensão das suas características distintivas.

O objetivo desta aula aberta é discutir até que ponto essas circunstâncias impedem o estudo das capacidades linguísticas (e em geral, da cognição) de espécies de hominídeos já extintas, mas também de espécimes arcaicos de nossa própria espécie.

Na primeira parte da apresentação serão discutidas as limitações das evidências habitualmente utilizadas para este fim (essencialmente, restos do aparelho da fala, evidências do comportamento moderno e do endocrânio). Na segunda parte, será defendida a necessidade de adoptar uma abordagem mais ambiciosa e holística para resolver este problema, o que envolve i) reanalisar os sinais tradicionais em termos das capacidades computacionais necessárias para os produzir; ii) considerar novas evidências, correspondentes às novas camadas de complexidade biológica da linguagem que têm sido reveladas pelos estudos atuais da biologia da linguagem (dos genes e sua regulação, às oscilações cerebrais); e iii) integrar novos paradigmas teóricos da biologia nos estudos de evolução da linguagem, sobretudo, os pressupostos da biologia de sistemas e da biologia evolutiva e ecológica do desenvolvimento (eco-evo-devo), com especial atenção a aspectos como a construção de nichos e a evolução cultural.

KEYNOTE SPEAKER

Antonio Benítez Burraco é licenciado em Biologia pela Universidade de Sevilha e em Filologia Eslava pela Universidade de Granada, bem como doutor em Bioquímica pela Universidade de Córdoba e doutor em Linguística pela Universidade de Oviedo. Atualmente é professor de Linguística Geral no Departamento de Língua Espanhola, Linguística e Teoria da Literatura da Universidade de Sevilha, lecionando em diferentes cursos de graduação e mestrado nas faculdades de Filologia e Biologia da Universidade de Sevilha.

Nos últimos vinte anos o seu trabalho de investigação centrou-se na análise dos fundamentos da linguagem e da sua evolução nas espécies. Durante grande parte de sua carreira ele lidou com perturbações de linguagem, em particular, com os problemas apresentados por crianças com anomalias cromossómicas. Atualmente, o seu principal objeto de interesse é a natureza das línguas pré-históricas e a hipótese da autodomesticação humana como origem de boa parte das características físicas, comportamentais e cognitivas (inclusive linguísticas) da nossa espécie.

É autor de cerca de 150 artigos de investigação, 15 capítulos de livros e 3 livros sobre estes temas. Participou em cerca de 150 conferências nacionais e internacionais e proferiu cerca de 50 conferências como convidado. Participou também de 10 projetos de pesquisa financiados e foi investigador principal de 2 projetos nacionais do Programa de Promoção da Pesquisa Científica e Técnica de Excelência.


CONTACTOS

FCSE – Lisboa
Tel: 21 721 41 47
saude.sede@ucp.pt
www.fcse.lisboa.ucp.pt